quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Empresário ensina como lucrar com a hidroponia


Antes de começar um projeto de hidroponia, o produtor deve fazer uma análise do mercado para verificar qual o melhor cultivo para a sua região, quanto é necessário produzir para obter lucro e analisar o preço de mercado.
 Este foi um dos assuntos abordados por Carlos Orlandi, dono da Hidrogood, empresa dedicada a produção de meios e processos para o cultivo hidropônico, no I Encontro Sul Brasileiro de Hidroponia. Orlandi também deu dicas para driblar a alta temperatura da solução nutritiva de forma econômica.
Segundo o empresário, o estudo do mercado de hidroponia é necessário para que o produtor “não dê um passo maior que a perna” e consiga vender seu cultivo, obtendo lucro. O local da implantação das estufas hidropônicas também deve ser considerado. Análises de topografia, pesquisas sobre cultivo hidropônico e orientação técnica também foram destacados pelo palestrante.  



Outra sugestão de Orlandi foi a escolha do material adequado para a produção, como por exemplo a utilização de perfis (ou seja, espaçamento e perfuração dos tubos) que são compatíveis com o cultivo escolhido, já que cada planta necessita um modelo adequado. 
Além disso, para driblar a alta temperatura da solução nutritiva, Orlandi deu sugestões que aprendeu com seus clientes, já que muitos sofrem com o problema de aquecimento. Ele sugeriu que o produtor coloque o reservatório de água enterrado, que não utilize bancadas com comprimento muito longo e que enterre (com profundidade maior que 1,5 m) a tubulação que leva a solução nutritiva à planta.
Para isso, o produtor deverá fazer um buraco no chão e enterrar, cobrindo com terra fofa, uma mangueira preta (serpentina) inteira, deixando apenas as duas pontas para fora, conforme a imagem:



 Dessa forma, a solução vai trocar calor com o solo naturalmente, sem utilizar energia elétrica já que a terra, abaixo de 1,5m, tem uma temperatura estável de cerca de 15ºC.



Nenhum comentário:

Postar um comentário